Notícias

Atividade de Julho a Setembro no IMMA
12 fev
714 visualizações

Atividade de Julho a Setembro no IMMA

04/07/2019

Projeto arqueoastronomia na Escola Avalon

Recebemos os professores e estudantes da escola Avalom, situada na Lagoa Iate Clube, Lagoa da Conceição

12/07/2019

Projeto arqueoastronomia na Escola Jacó Anderle de Canavieiras

Recebemos os professores e estudantes da escola estadual Jacó Anderle de Canavieiras

 

 

 

16/07/2019

Eclipse Lunar na Trilha da Oração

Realizamos o evento para eclipse lunar parcial, o segundo e último de dois eclipses do ano, e único como parcial. Mais de 30 pessoas compareceram ao evento e tivemos cobertura da Rede Record de TV https://www.youtube.com/watch?v=nvWIoVTh6Zk brasileiros acompanham fenomeno parcial do eclipse lunar – reportagem nacional

<iframe width=”560″ height=”315″ src=”https://www.youtube.com/embed/nvWIoVTh6Zk” frameborder=”0″ allow=”accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture” allowfullscreen></iframe>

20/07/2019

Projeto Arqueoastronomia na Escola de Filosofia Nova Acrópole

Recebemos os professores e diretores da Escola de Filosofia Nova Acrópole

25/072019

Estudo de Arqueoastronomia no IMMA

Victor Sussekind e Victória Bernardi apresentaram sobre a viagem deles a Tandil, Argentina para o grupo de estudo do IMMA.

 

03/08/2019

Arqueoastronomia na trilha da Oração

Realizamos uma caminhada para registrar a passagem do sol no Observatório Pedra Virada no meio do inverno. Esse evento contou com a participação de poucas pessoas, porém duas crianças ficaram super interessadas, o que tornou o evento de grande importância, Vitor Ramos, meu sobrinho e Inácio Lemos meu primo de 4 geração. https://www.youtube.com/watch?v=_qUqHUymU6o

<iframe width=”560″ height=”315″ src=”https://www.youtube.com/embed/_qUqHUymU6o” frameborder=”0″ allow=”accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture” allowfullscreen></iframe>

13 a 15/08/2019

Exposição de Arte Rupestre e arqueoastronomia no Encatho & Expotel no Centro Sul em Florianópolis

A convite da AsBEA/SC e da ABIH o IMMA participou com exposição de Arte rupestre e Monumentos Megalíticos da maior feira de Turismo e Hotelaria de Santa Catarina em nível nacional. Alem da exposição apresentamos palestras sobre o tema.

18/08/2019

Na mesma semana acontecia outro evento em paralelo, o FloripaConnect e o IMMA foi representado por Zinder Orion  Capistrano e Juliana Jeremias

23/08/2019

Projeto Arqueoastronomia na Escola Espirita para Jovens

Recebemos os alunos e professores da Escola Espírita para Jovens

05/09/2019

Arqueoastronomia para Yoges

Recebemos a turma do curso de Yoga com Ariadne e o professor Daniel  José da Silva do curso Florescer na mata ministrado no espaço AVIVA.

06/09/2019

Mutirão para corte de Pinus Elliottii no Morro da Galheta

 

Lideramos um mutirão para corte de pinos na Unidade de Conservação Monumento Natural Municipal Morro da Galheta onde cortamos muitos pinus numa área onde foi incendiada. Cortamos os pinus para evitar sua proliferação na terra desnuda e plantamos muitas mudas de plantas nativas.

 

10/09/2019

Colocação de placa informativa no sítio Arqueológico Ponta do Gravatá

Estivemos com a arqueóloga Roberta do IPHAN para definir o local para colocarmos um totem informativo em parceria com o IPHAN na Ponta do Gravatá e nesse mesmo dia registramos um vandalismo na Pedra da Cama, pichadores fizeram um grafite indesejável.

 

No dia 13/09/2019 trabalhamos na proposta de tombamento dos monumentos megalíticos de Florianópolis, visitamos e fotografamos os megálitos 23 e 24. O megálito 23 é o menos visitado do morro da galheta em volta dele está limpo e o gado de um morador dorme embaixo.

Na noite  fomos convidados a dar uma palestra no Espaço Atená. O convite dessa palestra feito por Silvia Schmidt, nos levou a Pedra Furada encontrada por Gidionir de Oliveira, no Vale do Rio Cachimbo em Urubici, SC. Ao comentar da jornada arqueoastronômica, ela comentou que tinha uma propriedade lá e que conhecia uma pessoas que a pouco tempo haviam descoberto  outra Pedra Furada na região.

14/09/2019

Expedição Ingleses nova descoberta

Fomos conferir a descoberta  do advogado Aldo Mira no costão dos Ingleses sul e visitar a Pedra Partida onde ele a anos atrás encontrou um conjunto de artefatos e doou para professores da UFSC.  No período da tarde fomos conferir a descoberta de Mounique Inocêncio no costão norte da praia dos Ingleses,  um megálito achado no meio da mata  quando estava fazendo a trilha para chegar no topo do morro da feiticeira e se perdeu.

https://www.youtube.com/watch?time_continue=14&v=cGNaBuiqxz0 Entrevista com Aldo Mira

<iframe width=”560″ height=”315″ src=”https://www.youtube.com/embed/cGNaBuiqxz0″ frameborder=”0″ allow=”accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture” allowfullscreen></iframe>

 

https://www.youtube.com/watch?v=UAl083N52EA&list=LLDzFrxWYRYwcRv4bWMeNAag&index=14&t=1s

<iframe width=”560″ height=”315″ src=”https://www.youtube.com/embed/UAl083N52EA” frameborder=”0″ allow=”accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture” allowfullscreen></iframe>

 

20/09/2019

Assembléia para eleição da Associação comunitária

O IMMA sediou a assembléia extraordinária da associação Canoa de Voga que elegeu a nova diretoria para representar a comunidade por mais 4 anos.

21/09/2019

Projeto Arqueoastronomia  com a escola Médium para Jovens

 

Palestramos e levamos na trilha mais uma turma de estudantes e professores da escola de Médiuns para Jovens

 22/09/2019 o

Arqueoastronomia em Governador Celso Ramos

Professor Dr. Yu Tao da Faculdade de medicina e autor do livro Mandarim Celestial que organizou um grupo para estudar os megálitos do costão da praia de Palmas, Governador Celso Ramos. Ele e sua equipe registraram o sol no equinócio em um dos monólitos. Dr. Yu Tao é membro e pesquisador em parceria com o IMMA.

Arqueoastronomia na trilha da Oração

Enquanto isso no Morro da Galheta estávamos com um grupo de pessoas interessadas em conhecer sobre arqueoastronomia em Florianópolis,

acompanhando o equinócio de primavera.

45ª caminhada arqueoastronômica

 

Na tarde tivemos a 45ª caminhada arqueoastronomica com a presença do astrônomo Alexandre Amorim. Nesse dia uma nova descoberta foi registrada por Victor Sussekind e Victória Bernardi. Sabíamos que havia dois pontos precisos de observação do por do sol de equinócio e que faltava um terceiro como testemunho. Na ponta sul da pedra virada escondido atrás das bromélias ali estava o ponto. Na ocasião entrevistamos Alexandre Amorim que nos explicou o porque os alinhamentos tem diferenças de um ano para o outro.

https://www.youtube.com/watch?v=eAzCfLhSxqg&feature=youtu.be

<iframe width=”560″ height=”315″ src=”https://www.youtube.com/embed/eAzCfLhSxqg” frameborder=”0″ allow=”accelerometer; autoplay; encrypted-media; gyroscope; picture-in-picture” allowfullscreen></iframe>

23/09/2019

Expedição Pedra do Frade Laguna

As 4 horas da manhã nos dirigimos para a pedra do Frade em Laguna, 120 quilômetros de Florianópolis com objetivo de documentar o nascer e o meio dia solar na pedra do Frade. A medida que o dia ia clareando as nuvens foram vindo do quadrante sul e o céu foi ficando encoberto. Ainda assim, com o uso do aplicativo Sky View, registramos o ponto  numa pequena pedra que marca a posição onde o observador deve se posicionar para acompanhar o nascer do sol nos equinócios.

Aproveitamos para visitar o promontório  de Itapirubá, no lado norte da pedra do Frade no fim da praia do Sol. Fomos à busca do  megalítico que filmei em 2005 para o documentário arqueoastronomia na Ponta do Gravatá. Nessa busca encontramos outros megálitos.

Voltamos na Pedra do Frade para medir o tamanho da sombra e fotografamos o instante solar do equinócio de primavera ao meio dia solar no referido gnomo.

Meio dia solar 20/12/2018/ 12h31min

Meio dia solar do solstício de inverno 21/06/2019/ 12h26min

Meio dia solar do dia 23/09/2019/ 12h05min

Abertura do Portal de Equinócio no Observatório Pedra Virada

Saímos da Pedra do Frade em Laguna e Voltamos para Florianópolis para acompanhar a atividade de abertura do Portal com Ana Rocha, Renato Santos e Sweet Medicine,  nessa tarde também aconteceu uma cerimônia de casamento muito especial no observatório celebrada por Sweet Medicine, algo mágico aconteceu naquela tarde, a harmonia das palavras e dos gestos de carinho e apreço uns pelos outros foi algo indescritível. Após a cerimônia de casamento iniciou-se o alinhamento solar num orifício por baixo do bloco de rocha alinhado com uma pequena pedra que marca exatamente esse dia. Enquanto os participantes iam recebendo a iluminação no chakra frontal, Ana Rocha, Renato e Sweet Medicine tocavam tambores e faziam limpeza energética com incenso de ervas aromáticas. Dois feixes de luz aconteceram simultaneamente, e ainda faltavam algumas pessoas para ver e receber a luz pelo orifício quando fechou aquele portal, foi ai que, o que Victor e Victória haviam descoberto no dia anterior veio completar o instante em que todos tiveram o privilégio de ser iluminados até o por do sol. Estes atos simbólicos ao nosso ver trazem o resgate do conhecimento perdido na prática. Ser iluminado significa receber o conhecimento através dos estudos, observações e praticas coletivas.

28/09/2019

Projeto Arqueoastronomia para a escola de Yoga de Tita Pastoriza

Recebemos um grupo estudantes do curso de Yoga de Tita Pastoriza pela manhã, Como sempre oferecemos uma palestra e depois conduzimos a trilha da Oração onde explicamos como funciona os alinhamentos e a consciência da Terra.

Novas descobertas no Norte da Ilha de Santa Catarina

Na tarde fomos registrar o monumento de Jurerê , a propriedade do Clube 12. Esse dólmen foi identificado por Victor Sussekind em 2016 ao treinar na pista de skate ali próximo e não havíamos feito uma perícia ainda. Acabamos por reconhecer sua monumentalidade por obedecer às características dos dólmens mundiais apoiado sobre três bases. Seguimos dali conduzidos por Marcelo Garcia para São José da Ponta Grossa, onde no costão ele acreditava ter visto um monumento megalítico. De fato na propriedade do senhor Manoel  Rosa descobrimos um conjunto de monumentos. Um deles perfeitamente preservado e outro conjunto uma das pedras haviam sido derrubados por seus filhos. O interessante que os pais do Senhor Manoel Rosa foram os proprietários da terra hoje pertencente ao Clube 12. https://www.youtube.com/watch?v=KJB_Yq3URBc